- Books

A Humanidade é uma gorda dançando em um banquinho

A Humanidade uma gorda dan ando em um banquinho Uma palavra que poderia resumir esse livro se ela n o carregasse alguma solenidade o que contraria o espi rito das p ginas a seguir coragem N o f cil dizer certas coisas Menos ainda sustent las sem

  • Title: A Humanidade é uma gorda dançando em um banquinho
  • Author: Alexandre Soares Silva
  • ISBN: 9788599905906
  • Page: 400
  • Format: Paperback
  • Uma palavra que poderia resumir esse livro se ela n o carregasse alguma solenidade, o que contraria o espi rito das p ginas a seguir coragem N o f cil dizer certas coisas Menos ainda, sustent las sem piscar o olho, abrindo m o da facilidade de incluir uma mancezinha, um bem verdade que , algum sinal bvio para o homem das exce es sempre pronto para se chocarUma palavra que poderia resumir esse livro se ela n o carregasse alguma solenidade, o que contraria o espi rito das p ginas a seguir coragem N o f cil dizer certas coisas Menos ainda, sustent las sem piscar o olho, abrindo m o da facilidade de incluir uma mancezinha, um bem verdade que , algum sinal bvio para o homem das exce es sempre pronto para se chocar Alexandre Soares Silca, claro, sabe disso Uma autoironia discreta, que poucas vezes se anuncia como tal, indica que at ele deve achar absurdo alguns dos pr prios ju zos Eu acho, em especial os ataques ao Bem e ao Belo e tamb m aos meus amigos.

    • [PDF] Download Ü A Humanidade é uma gorda dançando em um banquinho | by å Alexandre Soares Silva
      400 Alexandre Soares Silva
    • thumbnail Title: [PDF] Download Ü A Humanidade é uma gorda dançando em um banquinho | by å Alexandre Soares Silva
      Posted by:Alexandre Soares Silva
      Published :2019-02-02T15:52:31+00:00

    1 thought on “A Humanidade é uma gorda dançando em um banquinho

    1. Todo o mundo que eu conheço e que conhece o autor estava ansioso por esse livro desde a primeira data dada para a publicação (setembro, acho). Saiu em novembro, e, oh, tudo bem esperar tanto, tudo bem mesmo. Esse livro é daqueles que a gente vai lendo no metrô e só não dá um tapão com as costas da mão em cada página berrando "Mas é isso mesmo! É isso mesmo!" por vergonha dos circunstantes (mas faz isso em casa, quando as mulheres vão ao mercado ou à cabeleireira). O autor nos expl [...]

    2. Passar a noite em um hotel em Mococa já é quase cômico, per se.Talvez por estarmos assim, já com vontade de rir todas vez que nos lembrávamos que estávamos em Mococa, minha filha e eu, enquanto minha mulher dormia o sono das mães justas que vão ver o filho numa competição, choramos e choramos e choramos lendo o Alexandre em voz alta antes de dormir, porque a TV não pegava mesmo.A uma da manhã eu já não conseguia nem mesmo enxergar as letras, tantas as lágrimas vertia imaginando a [...]

    3. Como descrever Alexandre Soares Silva? A mim ele é como um Nelson Rodrigues mais desleixado e absurdo, com alguma coisa de Oscar Wilde e João do Rio (dir-se-ia que o Alexandre é um dândi). Essa descrição é provisória, mas isto não é provisório: com exceção de Olavo de Carvalho, que não é propriamente um estilista, fazia muito tempo que eu não lia nada tão bom escrito em língua portuguesa. Juro. P.S. O único defeito do autor é não ter publicado mais livros.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *